escada rolante

Presente principalmente em shoppings, estações de metrô e aeroportos, as escadas rolantes têm grande importância na locomoção de pessoas. Embora as escadas rolantes possam ser muito grandes e caras para instalar e operar, elas são tecnologicamente bastante simples. 

A engenhosidade dessa máquina impactou a forma que as pessoas se locomovem dentro de construções. Por isso vou te mostrar tudo sobre a escada rolante! O funcionamento de uma escada rolante e mais alguns tópicos que separei da seguinte maneira: 

Se você quer saber mais sobre algum desses tópicos, não deixe de continuar a leitura. Vamos lá!

O que tem dentro de uma escada rolante? 

Quando olhamos uma escada rolante por fora, vemos os degraus se mexendo, as laterais e o corrimão da escada, os dois níveis superior e inferior, e não muito mais do que isso, certo? 

Mas o que existe na parte de dentro da escada que faz todo o sistema funcionar? 

Escada rolante por dentro

Essa é uma vista interna da escada rolante. Os principais componentes do sistema são: um grande motor que faz o sistema girar, uma grande corrente ligando todos os degraus à engrenagem do motor um trilho que conduz o caminho pelo qual os degraus vão andar. 

Agora você vai entender como esses componentes interagem fazendo o sistema funcionar. 

Como funciona uma escada rolante?

O mecanismo principal de uma escada rolante é um par de correntes, em volta de dois pares de engrenagens. Um motor elétrico gira as engrenagens da unidade na parte superior, que movimentam os elos da corrente que, por sua vez, puxa os degraus.

Motor e Corrente de Degraus

Uma escada rolante típica usa um motor de 100 cavalos para girar as engrenagens. O sistema de motor e corrente está alojado dentro da armação, uma estrutura de metal que se estende entre dois andares.

Em vez de mover uma superfície plana, como em uma correia transportadora, os laços da corrente movem em trilhos que desenham o movimento dos degraus da escada.

Degraus

Na parte central da escada, os degraus permanecem sempre nivelados. Na parte superior e inferior, os degraus colapsam uns nos outros, criando uma plataforma plana. Isso facilita a entrada e saída da escada rolante.

Cada degrau da escada rolante possui dois conjuntos de rodas, que rolam ao longo de duas trilhas separadas. O conjunto superior (as rodas próximas ao topo do degrau) são conectados às correntes e portanto são puxados pela engrenagem. O outro conjunto de rodas simplesmente desliza ao longo de sua trilha, seguindo atrás do primeiro conjunto.

escada rolante por dentro

Cada degrau tem uma série de sulcos, de modo que ele se encaixe com os degraus de trás e da frente dele durante esse nivelamento.

Corrimão

Além de girar os loops da corrente principal, o motor elétrico em uma escada rolante também move os corrimãos. Um corrimão é simplesmente uma correia transportadora de borracha que é enrolada em torno de uma série de rodas. Esta correia é configurada com precisão para que se mova exatamente na mesma velocidade dos degraus, para dar estabilidade aos usuários.

Escada Rolante vs. Elevador

O sistema de escadas rolantes não é tão bom quanto um elevador para levantar dezenas de metros, mas é muito melhor mover as pessoas a uma curta distância. Devido à alta taxa de carregamento da escada rolante.

Uma vez que o elevador esteja cheio, você tem que esperar até que ele alcance o andar e retorne antes que qualquer outra pessoa possa entrar. Em uma escada rolante, assim que você carrega uma pessoa, há espaço para outra.

Esteira Rolante vs. Escada Rolante

As esteiras rolantes têm duas utilizações principais.

A primeira é em corredores muito longos de aeroportos, para facilitar a locomoção das pessoas. Nesse caso são esteiras horizontais.

A segunda é em shoppings, para permitir as pessoas subirem de um andar para o outro com carrinhos de compra, o que não é possível fazer em uma escada rolante.

O sistema de uma esteira rolante é muito parecido com o de uma escada rolante. A principal diferença é que, ao invés de utilizar degraus como elemento básico, são utilizadas placas. Na esteira, as placas ficam alinhadas, formando uma superfície contínua.

História da escada rolante

A história da escada rolante começa com Nathan Ames, que patenteou uma escada rolante em 1859, que seria movida a água ou movida a manivela. No entanto, um modelo de trabalho não foi construído.

Em 1892, Jesse W. Reno patenteou a escada rolante tipo cleat e instalou a primeira escada rolante do mundo em 1896, no Coney Island Old Island Pier, em Nova York. Ele tentou instalar sua escada rolante novamente na ponte do Brooklyn em Nova York, porém removeu a escada rolante um mês depois, depois de testá-la.

Jesse W. Reno juntou-se à Otis Elevator Co., depois se aposentou, após vender as patentes à Otis Elevator Co.

Em 1900, a primeira escada rolante vendida comercialmente e a primeira escada rolante de tipo degrau foram instaladas pela Otis na Exposição de Paris, na França. A escada rolante ganhou o prêmio, competindo com outros tipos de escadas rolantes.

Originalmente a escada rolante era uma marca registrada da Otis Elevator Company, que foi julgada em 1949 como tendo se tornado propriedade pública através do uso popular.

Escadas rolantes foram comercializadas sob diferentes nomes por outras empresas, como o nome escada rolante foi registrado pela Otis, outras empresas tiveram que usar nomes diferentes como Peelle Motorstair, Westinghouse Electric Stairway e Haughton Moving Stairs.

Qual o preço de uma escada rolante?

Uma escada rolante pode chegar a preços altos. O preço de uma escada rolante pode variar de R$150.000,00 a R$250.000,00 dependendo de seu tamanho, modelo e especificações. Um investimento alto, que ainda necessita de uma manutenção ao longo de sua vida.

Qual a velocidade e inclinação de uma escada rolante?

A velocidade da escada rolante varia de 25 metros por minuto a 55 metros por minuto. A maioria das escadas operam à 0,5 metros por segundo (30 metros por minuto). A inclinação padrão é de 30º ou 35º.

Uma escada rolante que se move a 44 metros por minuto pode transportar mais de 10.000 pessoas por hora – muito mais pessoas do que um elevador padrão.   

Empresas de escadas rolantes

As maiores empresas fabricantes de escadas rolantes são a Otis, a Atlas Schindler, a Thyssenkrupp, a Mitsubishi, entre outras. Atualmente, a Schindler vende mais escadas rolantes do que qualquer outra empresa.

Quanto a manutenção de escadas rolantes, são inúmeras as empresas que realizam esse serviço, além das empresas fabricantes de escadas rolantes.

Riscos ao se utilizar uma escada rolante

Por ser um meio de transporte comum, muitas vezes as pessoas não se dão conta dos riscos à segurança existentes ao se utilizar uma escada rolante. 

Por isso, nunca é demais alertar e educar os usuários sobre esses perigos, razão pela qual em grande parte das escadas, existem avisos para os passageiros. 

Aqui, irei explicar melhor sobre estes perigos. 

Não pise nas faixas amarelas laterais 

Muitas pessoas não entendem o porquê das faixas amarelas, e o perigo de se pisar na lateral da escada. Qual é o perigo de se pisar na faixa amarela? 

Antes de responder essa pergunta, é preciso ter em mente uma coisa, como todo mecanismo mecânico, os degraus precisam de folgas em suas laterais para funcionarem. Eles não podem ficar arrastando na placa lateral da escada. 

Portanto, em qualquer escada existe uma pequena greta o degrau (que se move) e a placa lateral da escada (que é fixa). Essa situação é propicia a acidentes em que algum objeto entra nessa greta.

Ao pisar na lateral da escada, é possível que alguma parte do calçado venha a se introduzir nessa greta causando acidente. A faixa amarela lateral é uma sinalização para esse risco, e por isso para a segurança das pessoas, é importante não pisar nela. 

Cuidado com crianças desacompanhadas 

As crianças usam calçados macios como crocs e sandálias e estão especialmente em risco de serem apanhadas pelos mecanismos das escadas rolantes. O tipo de material do calçado combinada com o tamanho menor dos pés das crianças faz com que esse tipo de acidente seja mais frequente. 

As crianças estão menos conscientes também do risco de utilização do equipamento, podendo, por exemplo querer se sentar ou deitar nos degraus da escada, o que pode ser muito perigoso. 

Por isso é muito importante que as crianças estejam sempre acompanhadas no uso da escada rolante. 

Utilize sempre o corrimão 

A importância do corrimão da escada é as vezes passada despercebida, pois o utilizamos com muita naturalidade. 

Mas o fato é que as escadas rolantes são dificilmente utilizáveis sem o uso deste item. Temos que lembrar que quando o passageiro vai entrar na escada rolante ele tem de sincronizar a sua velocidade de caminhada com a velocidade dos degraus. 

É justamente segurando no corrimão que ele vai conseguir sincronizar essa velocidade com facilidade e retomar o equilíbrio quando for o caso. 

Vale lembrar que as escadas primeiras escadas rolantes não possuíam o corrimão projetado para antes da entrada e depois da saída da escada, como é hoje. E essa simples alteração melhorou muito o uso das escadas. 

Você pode perceber também que, quando a velocidade do corrimão não está em perfeita sincronia com a velocidade dos degraus, isso atrapalha bastante o uso da escada.  

Não suba nem desça com carrinho de bebê 

Ao olhar os primeiros degraus da escada, que são menos íngremes, uma pessoa pode ter a impressão de que é possível atravessar a escada segurando um carrinho de bebê. 

Porém, ao passar dessa primeira inclinação e chegar no meio de escada fica claro que isso não é algo seguro a se fazer. 

Então, neste caso, utilize o elevador. 

Cuidado com as roupas longas, elas podem ficar presas na escada 

Além das gretas existentes nas laterais dos degraus, existem espaços entre os próprios degraus e também gretas nas placas na entrada e saída da escada. 

Em todos estes, existe a possibilidade de uma roupa longa e outros objetos ficarem presos e arrebentarem, já que a força da escada é grande. 

Por isso, deve-se tomar cuidado para não ter estes problemas.

A importância da Placa Pente

Um dos componentes de segurança mais importantes da escada rolante, e que muitas vezes passa despercebido é a placa pente.

Observe na entrada e saída da escada uma placa de metal, no formato de pente, que faz a transição do ultimo degrau para o patamar da escada.

Este simples componente é quem evita acidentes com  o pé das pessoas mesmo se elas não saírem do degrau ao final da escada.

Sistemas de Segurança

Como em toda máquina que opera com pessoas, a preocupação com a segurança é um ponto fundamental nos projetos de escadas rolantes.

Por isso, vou falar agora de alguns sistemas de segurança que as escadas rolantes devem possuir para evitar acidentes com pessoas.

Sensor da Corrente de Degraus

A corrente que conduz os degraus da escada é grande, metálica, e é tracionada fortemente. Se essa corrente arrebenta, o que fará os degraus se separarem, existe um sensor para identificar essa quebra e paralisar a escada.

Sensor da Tampa do Alçapão

Nos dois patamares da escada, existe uma casa de máquinas abaixo da entrada. Quando a tampa dessa casa de máquina é aberta, a máquina e partes girantes ficam expostas. Um sensor paralisa o funcionamento da escada para evitar o perigo.

Sensor de Sobrevelocidade

Se por alguma razão a escada começa a andar acima da velocidade correta, um sensor identifica essa sobrevelocidade e paralisa a escada.

Sensor de Afundamento de Degrau

Se um degrau sai de sua posição e afunda, ele criará um vão na chegada da escada ao patamar, podendo causar um acidente grave. Um sensor deve monitorar a ocorrência de um afundamento do degrau para paralisar a escada.

Sensor da Placa Pente

Quando algum objeto fica preso na placa pente, ao final da escada, um sensor deve desligar a escada.

Sensores do Corrimão

Um interruptor de segurança também interrompe o dispositivo se um corrimão estiver quebrado ou solto. Ou ainda, se algum objeto for conduzido pelo corrimão até bater na base da escada.

Sensores de Contato na Lateral da Escada

Quando algum objeto fica preso entre a lateral do degrau e o painel lateral da escada, essa é uma condição de acidente. A deflexão do painel lateral tem que ser identificada e paralisar a escada.

Sensor de Incêndio

As escadas rolantes, às vezes, incluem sistemas de proteção contra incêndio, incluindo sistemas automáticos de detecção de incêndio dentro da área de motores e engrenagens 

Para limitar o perigo causado pelo superaquecimento, os espaços que contêm motores e engrenagens geralmente incluem ventilação adicional.  

Qual a maior escada rolante do Brasil? E do mundo?

A maior escada rolante do Brasil fica no metrô de São Paulo, mais precisamente na estação República. A escada rolante tem 12 metros de desnível, a maior do Brasil. Para ir de um ponto ao outro são cerca de 40 segundos.

As maiores escadas rolantes do mundo estão instaladas em estações subterrâneas profundas do metrô de São Petersburgo, na Rússia. As estações Ploshchad Lenina, Chernyshevskaya e Admiralteyskaya têm escadas rolantes de impressionantes 138 m de comprimento e 69 m de altura.

Conclusão

Então, embora eles não sejam tecnologicamente complicados, as escadas rolantes parecem funcionar como mágica e tornar muito mais fácil ir de um nível para outro em shoppings e aeroportos.

O funcionamento da escada rolante é muito interessante, e espero que você tenha entendido como esse mecanismo é capaz de transportar tantas pessoas.

Se você ainda tiver alguma dúvida sobre as escadas rolantes, não deixe de comentar. Terei o maior prazer em te responder.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This