Medidas para economizar água no condomínio: descubra as principais

Iara se mudou para um condomínio há um ano. Como nunca realmente se preocupou com a economia de água no condomínio, constantemente desperdiçava em diferentes ações do seu dia a dia.

Entretanto, o inevitável aconteceu: começou a faltar água no condomínio, e Iara se sentiu muito culpada por não ter dado a devida atenção ao seu consumo e nem se atentado para o uso consciente.

Quer evitar que a situação descrita acima aconteça em seu condomínio? Então, confira neste post algumas medidas para economizar água no condomínio e como conscientizar os seus condôminos a fazerem o mesmo!

Medidas para economizar água em condominio

E no final do post preparei um comunicado para economizar água no condomínio. Você pode baixar e usar no seu condomínio.

Dicas para economizar água no condomínio

Separei 8 dicas para que você consiga diminuir os gastos com a água no seu condomínio.

1. Tenha cautela ao regar as plantas

Mesmo que a sua cidade tenha temperaturas altas, regar as plantas várias vezes durante o dia não vai fazer com que elas se refresquem, já que a água vai evaporar devido ao calor.

Recomende ao jardineiro responsável pelas áreas verdes comuns e aos moradores que reguem as plantas durante a noite ou pela manhã bem cedo, quando a temperatura está mais amena — o que vai mantê-las hidratadas por mais tempo, já que a evaporação da água será até 30% menor. Além disso, vale a pena lembrar que a rega deve ser menor no inverno.

2. Espalhe avisos pelo condomínio

A melhor forma de fazer com que os seus condôminos sejam mais responsáveis quanto ao uso da água é por meio da divulgação de informações. Por isso, experimente espalhar alguns cartazes e avisos pelos murais do local ou entregue como panfletos e correspondência.

Palestras e eventos que ensinam sobre economia também são ótimas formas de conscientizar os seus moradores a revisarem algumas atitudes com relação ao uso de água.

No final do post você pode baixar um comunicado que preparei para você colocar em seu condomínio.

3. Cubra a piscina quando ela não estiver em uso

Assim como no caso das plantinhas, a água da piscina também evapora durante o dia. Para amenizar esse dano, o ideal é deixá-la coberta em horários nos quais os moradores geralmente não a utilizam.

Além de fazer com que a água dure mais tempo na piscina, o trabalho de manutenção também será menor, já que a lona não deixará que folhas ou outro tipo de sujeiras entrem em contato direto com a água (e evita a proliferação do mosquito-da-dengue!).

4. Preste atenção aos vazamentos

Qualquer imóvel está sujeito a sofrer com vazamentos em canos internos, torneiras ou pias. Por isso, oriente seus condôminos a prestarem atenção nesses vazamentos e a lhe contatarem o mais rápido possível.

Assim, você poderá acionar um encanador ou profissional especializado para solucionar o problema antes que ele evolua para a criação mofo na casa, que pode causar sérios problemas respiratórios.

5. Capte a água da chuva

Os períodos de chuva são uma ótima oportunidade para ganhar alguns litros extras de água. Instale captadores pelo condomínio e utilize o líquido extra para lavar calçadas, carros e molhar as plantas que enfeitam o local.

Assim, você reduz o gasto mensal, além de ser uma ótima medida para economizar água potável para outros usos mais vitais.

6. Verifique a caixa d’água

Esse tanque é muito importante, pois garante a quantidade e qualidade da água que os inquilinos consumirão. Por isso, procure manter a caixa d’água sempre limpa e verifique periodicamente se há algum tipo de vazamento ou qualquer outro tipo de dano.

A cada 6 meses, consulte um especialista para verificar se tudo está realmente correto. Afinal, vazamentos nesse local podem não apenas causar um aumento na conta de água, mas também gerar racionamento dentro do condomínio.

7. Individualize o hidrômetro 

Uma das principais e mais eficientes medidas para reduzir o consumo de água nos condomínios é individualizar o consumo de água. A partir do momento em que cada um paga o que consome, a consciência se torna maior na hora do uso.

Fazer uma cotação para ver quanto fica a instalação de hidrômetros individuais pode ser interessante.  O valor pode ser alto por unidade, mas com o tempo a economia aparece. Cada morador vai passar a pagar o que consome e isso estimula a economia.

8. Instrua os funcionários

Fale com o zelador para que faça uma inspeção periódica para chegar se há vazamentos de água. Assim as contas do seu condomínio podem ser reduzidas em até 20%.

Oriente os funcionários responsáveis pela limpeza das áreas internas, como hall, elevadores e salão de festas, a usar um pano umedecido em um balde com água e produto de limpeza.

Na garagem, deve-se limpar apenas quando necessário, sempre evitando a mangueira ou equipamentos de água pressurizada.

Comunicado para economia de água no condomínio

Para te ajudar nessa missão, preparei um aviso para informar os moradores. Você pode colocar esse informativo em algum local no seu condomínio para conscientizar os condôminos!

comunicado para economizar água no condomínio

Conclusão

E então, está pronto para começar uma verdadeira campanha conta o desperdício no seu condomínio? Mostre para os moradores o quanto eles poderão ganhar ao adotar medidas para economizar água no condomínio e comente os resultados aqui no post!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This