quadro de força

Quadro de Energia dos Elevadores – Como deve ser feita a sua instalação, e de quem é a responsabilidade sobre ele.

Orçamento de serviço em elevadoresPowered by Rock Convert

Um importante componente da instalação dos elevadores é o seu quadro de energia, ou quadro de força do elevador, como é mais conhecido.

Este quadro tem a função principal de dar proteção aos equipamentos elétricos da instalação.

Além disso, é neste quadro que se encontra a chave geral do elevador, que permite ligar e desligar o equipamento.

Todavia, quando o condomínio precisa intervir no quadro de energia do elevador para adequá-lo aos padrões de segurança, costumam surgir muitas dúvidas.

Por exemplo: De quem é a responsabilidade sobre este componente? É do condomínio ou da empresa de manutenção dos elevadores?

Como este é um equipamento de segurança, e de grande importância, preparei este texto para tirar todas as dúvidas, e te deixar tranquilo para quando precisar de intervir no quadro de força do elevador.

Vamos lá.

O que é o quadro de força do elevador?

É o quadro que separa a instalação elétrica do condomínio e a instalação elétrica do elevador.

Ele protege as instalações elétricas contra sobrecargas e permite o fácil desligamento do elevador e de outros circuitos elétricos em caso de emergência.

Veja a foto de dois quadros de força, adequados às normas de segurança.

    

Na casa de máquinas do elevador, existem dois quadros elétricos principais. Um é o quadro de força. O outro é o quadro de comando, que realiza o comando eletrônico da máquina e interpreta os sinais elétricos do elevador.

Se você estiver querendo saber mais sobre o quadro de comando do elevador, entenda mais sobre ele aqui.

Onde fica o quadro de força do elevador?

Fica na parte interna da casa de máquinas, e por questões de segurança ele deve estar a no máximo 1 metro da porta de entrada.

Essa exigência existe para o técnico ter fácil acesso ao quadro ao chegar na casa de máquinas. Assim, ele pode desligar o elevador rapidamente em emergências.

A outra exigência com relação à localização do quadro é que este seja instalado em uma posição na qual seja possível visualizar diretamente a máquina do elevador.

Isso é exigido pois o técnico deve poder verificar se existe alguém próximo à máquina antes de ligar o elevador.

De quem é a responsabilidade em instalar, manter e adequar o quadro às normas de segurança?

O quadro de força é um componente de responsabilidade do condomínio.

Muitas pessoas ficam na dúvida com relação a isso, pois o quadro está diretamente ligado ao elevador, e ainda fica instalado na casa de máquinas.

Ainda assim, é importante compreender que o quadro é de responsabilidade do condomínio. Ele tem autonomia e responsabilidade para realizar procedimentos técnicos sobre ele.

O condomínio pode terceirizar um serviço do quadro de força para a empresa de manutenção dos elevadores?

Sim, acontece muitas vezes.

Como este é um componente que tem interferência direta com o elevador, alguns condomínios solicitam que a própria empresa de manutenção dos elevadores execute reparos ou intervenções sobre ele.

De fato, a grande parte das empresas de manutenção de elevadores possui a capacidade técnica para executar este tipo de serviço.

Se os preços apresentados pela empresa estejam condizentes, acredito que pode ser uma boa opção essa terceirização para que o condomínio não precise se preocupar com a questão.

O que acontece, no entanto, é que algumas vezes a empresa apresenta um preço fora de mercado para realizar o serviço.

Neste caso, é sugerido que o condomínio entre na questão entendendo o que deve ser feito, e contrate um eletricista para a tarefa.

Quando é necessário intervir no quadro de força?

Muitos prédios possuem quadros de força que fogem aos requisitos de segurança existente nas normas atuais.

Em alguns condomínios, o quadro está instalado em uma base de madeira, que não é mais recomendável de se utilizar.

Em outros, foram feitas instalações com condutores expostos, que colocam os técnicos em risco de choque elétrico.

Nesses casos é preciso intervir na instalação. Seja substituindo o mesmo ou fazendo alguma alteração específica.

quadro-de-energia-em-elevador

Powered by Rock Convert

Este é um quadro de força de madeira, sem proteção adequada dos condutores elétricos e sem identificação adequada, que necessita de intervenção.

Realizando a correção do quadro de força

Se você suspeita que é necessário intervir no quadro de força do elevador do seu prédio. É hora de colocar a mão na massa.

Lembre-se que estamos falando de segurança, o que não pode ficar para depois.

É claro que quem vai executar este serviço é um eletricista, então não vou passar em detalhes por todos os componentes que vão ter de ser instalados no quadro.

Porém, vou chamar atenção para alguns pontos que não devem ser esquecidos para que o quadro fique em perfeita segurança com as exigências das normas de elevador.

Identifique bem o quadro (a que elevador pertence) e seus circuitos

Pense que o técnico está indo energizar um circuito, ou ligar um elevador. Por questões de segurança, ele deve saber exatamente o que está indo energizar.

Por isso é exigido que o quadro e seus circuitos estejam bem sinalizados e identificados, de forma clara e indelével.

Quando existe mais de um elevador na casa de máquinas, o quadro deve ser identificado com a mesma identificação da máquina, para que não exista confusão.

Painel de madeira

Não é recomendável que se utilize fundo de madeira no painel.

Se você quer entender se o uso de madeira em painéis elétricos é hoje de fato proibido, entenda mais sobre esse assunto aqui.

Não deixe condutores expostos

Olhe as instalações de dentro do seu quadro. É possível tocar nas partes metálicas acidentalmente? Isso é uma condição de risco de acidente.

Repare na primeira imagem deste post, com o quadro aberto, em como todos os fios estão inseridos e protegidos nos terminais dos disjuntores, e não tem como tocá-los.

Confira se existe aterramento

O quadro de força deve obrigatoriamente possuir aterramento. Tanto para aterrar a carcaça

Travamento mecânico

Se um técnico desliga o elevador para fazer algum procedimento mais longo, ele precisa de poder colocar um cadeado nesse interruptor para que ninguém o ligue indevidamente.

Isso se chama travamento mecânico do interruptor.

Certifique que foi utilizado um disjuntor ou chave blindada que aceite este travamento. Normalmente existe uma pequena alça ou dois furos no disjuntor neste caso.

Como deve ser o quadro de força: 3 exemplos

Agora vamos finalizar olhando novamente aqueles dois quadros de força que mostrei no início, para entendermos a ideia geral da instalação.

Vou adicionar também mais um terceiro exemplo, e todos estão conforme as normas de segurança. Assim, você pode usar como referência algum dos três para quando for executar a reforma do quadro de força do seu prédio.

Este primeiro quadro usou uma chave blindada tripolar (marca Continental) como proteção das fiações de potência, que são os três fios grossos entrando no quadro e que alimentam o motor trifásico do elevador.

Nas laterais, estão caixas de distribuição contendo os circuitos que alimentam a parte elétrica da cabina. E na parte inferior do quadro você pode ver o barramento de aterramento.

Repare em como os quadros estão identificados de forma adequada.

quadro-de-energia-em-elevador

Neste segundo quadro foi utilizada a Chave Seccionadora Weg (Saca Fusível) para proteger as fiações de potência. Veja como as instalações elétricas estão bem executadas e protegidas.

quadro-de-energia-em-elevador

Neste último quadro, o componente usado para proteção das fiações de potência foram disjuntores. O fio verde no canto é o aterramento da carcaça do quadro.

Conclusão

Finalmente, agora você já entende a função do quadro de força e sabe que ele é uma responsabilidade do condomínio.

Expliquei também alguns detalhes de segurança que você deve se atentar quando este quadro estiver sendo instalado, e que você deve exigir ao seu prestador de serviço.

No final, vimos 3 exemplos que você pode usar de referência tanto se for dar uma verificada nas condições do seu próprio quadro atual, quanto se for executar a reforma para um novo quadro.

Espero que com essas informações você agora seja capaz de assegurar que este componente do seu prédio esteja em boas condições de segurança.

Lembre-se, a segurança do condomínio em primeiro lugar é sua responsabilidade.

Se tiver uma dúvida, ou comentário específico, não hesite em colocar nos comentários, ou fazer em contato direto comigo. Até mais!

Powered by Rock Convert

2 comentários em “Quadro de Energia dos Elevadores – Como deve ser feita a sua instalação, e de quem é a responsabilidade sobre ele.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima