Inspeção predial

Um condomínio tem demandas muito específicas em relação à segurança e conservação do patrimônio. Entre elas está a necessidade da realização da inspeção predial, que nada mais é do que uma vistoria acerca do estado da construção.

inspeção predial

Periodicamente, é importante que profissionais preparados vão até o condomínio e verifiquem diversos pontos importantes e que garantem a integridade das obras.

Desse modo, é fundamental a preocupação com a manutenção constante.

Neste post você vai entender melhor o que é a inspeção predial e o que deve ser levado em consideração para que o resultado dela seja positivo. Confira!

Entenda melhor o que é a inspeção predial

Os empreendimentos de condomínios envolvem procedimentos e construções complexas, especialmente devido ao seu porte. É comum que, com o passar do tempo, há uma degradação natural de instalações gerais.

Para garantir a segurança dos moradores, a inspeção predial é um procedimento obrigatório aos condomínios, tendo que ser feito dentro de períodos específicos.

Nessa grande análise realizada, pontos importantes das instalações do condomínio são observados:

  • vigas de sustentação;
  • paredes;
  • escadas;
  • área do estacionamento;
  •  estrutura do elevador;
  • áreas de lazer e vários outros pontos.

Toda essa análise é feita de forma simples, por meio de anotações feitas com base nas observações acerca da conservação das estruturas desses diversos pontos.

Caso haja algum tipo de problema ou inconformidade, eles serão devidamente registrados no laudo final oriundo do procedimento de inspeção predial.

O profissional responsável

Esse procedimento deve ser feito por profissionais capacitados e de várias áreas diferentes, tendo em vista que a análise observa diversos aspectos relacionados à construção.

Engenheiros elétrico, mecânico e civil, além de um arquiteto, conseguem formar uma equipe completa e capaz de dar os avais necessários e apontar possíveis problemas, além de fiscalizarem a regulamentação de diversos aspectos.

A periodicidade da inspeção

Há momentos certos em que a inspeção deve ser realizada. A primeira dela deve acontecer assim que o projeto é entregue pela construtora.

Após isso, é importante seguir uma recomendação que faz com que esse intervalo varie de acordo com a idade da construção.

  • os condomínios recentes, com até 20 anos, devem realizar a inspeção predial de 5 em 5 anos;
  • em condomínios de 21 a 30 anos a inspeção deve ser a cada 3 anos;
  • nos condomínios de 31 a 50 anos a necessidade de inspeção é a cada 2 anos;
  • se o condomínio já passou dos 50 anos, a inspeção deve ser anual.

Mesmo com essa recomendação, que não é disposta em leis, é fundamental que o síndico tenha a consciência de que pode fazer a inspeção predial com maior frequência.

Isso evita o avanço de possíveis problemas e traz diversos benefícios e vantagens ao condomínio.

A obrigatoriedade por lei

Há muitas variações na lei que prevê a inspeção predial, tendo em vista que ela não é federal.

Sendo assim, municípios e estados costumam estabelecer suas próprias regras, o que faz com que as exigências variem bem de uma localidade para outra.

Entenda os benefícios da inspeção predial

A inspeção predial, diferente do que alguns síndicos pensam, não é um procedimento que visa prejudicar a administração do condomínio.

É importante ter uma percepção adequada e entender que ela serve para garantir a segurança dos condôminos, avaliando as condições da construção.

Entretanto, é fundamental que haja uma atenção frequente para as questões de manutenção do condomínio.

Uma observação constante, pelo menos mensal, garante a integridade das estruturas e evita a degradação que, se ocorrer, certamente será apontada na inspeção.

 

 

 

Quando não há essa preocupação, a tendência é que possíveis pontos não sejam observados, sendo relatados na análise dos profissionais e demandando de cuidados emergenciais.

Veja a seguir quais fatores positivos e vantajosos que a inspeção predial oferece ao condomínio.

Redução de custos emergenciais

A realização de uma inspeção mais frequente permite que o condomínio consiga contornar problemas que possam surgir em estágios iniciais.

Dessa forma, a manutenção será com viés preventivo, e não emergencial, o que sempre gera mais custos.

Ainda que solicitar inspeções com maior frequência possa gerar um custo, ele pode ser menor do que realizar reparos em níveis mais altos.

É importante analisar a relação custo-benefício ao pensar nessas escolhas.

Atualização constante do estado da construção

A degradação de uma construção é algo muito natural e deve ser encarado como tal.

Se há manutenção preventiva e inspeções, a tendência é que esse desgaste seja acompanhado de perto, sempre com intervenções pontuais visando a conservação do patrimônio.

A inspeção permite que a administração do condomínio esteja sempre ciente de como está o estado da construção, observando se há desgastes mais acelerados que o normal, graças às análises realizadas por profissionais capacitados e que entendem sobre o assunto.

Manutenção da segurança dos condôminos

Quando se trata de construções habitacionais, há sempre uma preocupação redobrada com a integridade dos condôminos.

Problemas de ordem estrutural em relação à construção, ou técnicos, como questões relacionadas a elevadores, podem colocar em risco a segurança dos moradores.

Quando há uma preocupação em dar regularidade e frequência às inspeções, a tendência é que os condôminos estejam cada vez mais seguros, graças às políticas de manutenção adotadas.

Qualquer problema será visualizado pelos profissionais, que também indicarão a melhor solução.

Direcionamento adequado para soluções

Qualquer problema encontrado pelos profissionais responsáveis pela inspeção será devidamente analisado, com toda responsabilidade.

Esse tipo de trabalho também envolve a proposta das melhores ações para corrigir as questões.

O relatório não é apenas conclusivo, como um diagnóstico simples. Quando é feita uma inspeção predial, os responsáveis indicam o motivo da ocorrência dos problemas e apontam quais são as melhores soluções.

Além disso, esses profissionais retornam ao condomínio posteriormente para se certificar de que as instruções de segurança foram seguidas rigorosamente.

O síndico deve ter em mente que quanto mais procedimentos relacionados à manutenção forem feitos, mais tranquila será a inspeção predial.

Assim é possível evitar problemas com a segurança dos moradores e a integridade da construção.

Gostou de saber mais sobre esse assunto? Aproveite e nos diga nos comentários com qual frequência você realiza a inspeção no seu condomínio!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This