Qual a probabilidade de um elevador cair? Você vai se surpreender!

Qual a probabilidade de um elevador cair

Por mais que digam que o elevador é seguro, muitas pessoas ainda tem medo de elevador. Ficar preso no elevador ou até mesmo sofrer um acidente são situações que geram uma grande tensão. Por isso resolvi escrever este post, em que mostro qual a probabilidade de um elevador cair.

Acredito que definir esta dúvida irá diminuir o medo de andar nesse meio de transporte. Além disso, mostro um comparativo entre os elevadores e outros meios de transporte. Vamos lá!

Qual a probabilidade de um elevador cair?

Então, a chance de um elevador cair está muito próxima de zero, pode ser zero. Os elevadores possuem entre 3 a 8 cabos de tração, sendo que um cabo de aço é capaz de garantir que o elevador não caia.

Caixa de corrida do elevador
Caixa de corrida do elevador

Além disso, os elevadores possuem mecanismos de parada automática que entram em ação se todos os cabos forem cortados.

Esse mecanismo é conhecido como limitador de velocidade, é através dele que o elevador irá parar caso os cabos se rompam.

Limitador de velocidade do elevador
Limitador de velocidade do elevador

O limitador de velocidade monitora constantemente a velocidade do elevador.

Quando a velocidade do elevador ultrapassa um limite pré-estabelecido, o dispositivo aciona mecanicamente o freio de segurança.

Ou seja, por mais que todos os cabos arrebentem, ainda assim o elevador não vai cair. Não é atoa que o elevador é considerado o meio de transporte mais seguro do mundo.

Para se ter uma ideia, anualmente, nos EUA, os elevadores fazem 18 bilhões de viagens, que resultam em 27 mortes.

Dentro desse contexto, a probabilidade de um evento fatal é de 0,00000015% durante uma viagem de elevador. Muito baixa, não é mesmo?

Ok, mas porque eu vejo notícias de acidentes acontecendo?

Verdade, muitas vezes vemos notícias de acidentes e de quedas de elevadores. E existem alguns motivos para que isso ocorra.

Manutenção do Elevador

O primeiro é em relação a manutenção realizada nos elevadores. Ou melhor, não realizada.

Os elevadores em uso devem receber uma manutenção preventiva periódica. De mês em mês um técnico vai no elevador conferir os componentes, checar as falhas de funcionamento, fazer a lubrificação, etc.

Mas o que acontece, infelizmente, é que não há uma quantidade de técnicos bem capacitados suficiente para lidar com os elevadores.

Então o elevador acaba recebendo uma manutenção ruim por anos e anos, aumentando a chance de acidentes e até mesmo o risco que quedas.

Usuários do elevador

Outro motivo importante que pode gerar acidentes é o uso inadequado do elevador.

Os usuários tem um papel muito importante para garantir que acidentes não aconteçam.

Ultrapassar a capacidade máxima do elevador, utilizar o equipamento de maneira inadequada, forçar a porta são algumas das fontes de acidentes.

Preparei um material em que mostro as principais dicas de segurança a serem seguidas pelos usuários do elevador. Vale a pena dar uma olhada aqui:

◊   Conheça 9 dicas importantes de segurança no elevador

Fabricantes do elevador

A fabricação e instalação dos elevadores dentro da Norma é fundamental para se garantir a segurança nos elevadores.

Quando se vai comprar um elevador, é muito importante analisar qual o fabricante e se os equipamentos foram instalados de acordo.

Muitas vezes erros de instalação serão percebidos apenas depois de anos de uso do equipamento e, infelizmente, ocasionando acidentes.

Por isso os fabricantes de elevadores também podem ter responsabilidade em caso de um acidente no elevador.

A modernização do elevador também é algo que requer bastante cuidado.

Existem muitos equipamentos antigos instalados no Brasil, e em algum momento a modernização do equipamento será necessária.

Escolher uma empresa que faça um serviço adequado e de qualidade é determinante para se ter um elevador com bom funcionamento e seguro.

Proprietários e responsáveis pelo elevador

Este é um ponto chave para que o elevador e que muitas vezes não é mencionado.

Os proprietários, administradores dos elevadores, muitas vezes caracterizado pelo síndico, têm uma grande influência na segurança dos elevadores.

Geralmente, antes de um acidente há indícios de que o elevador não está com seu funcionamento adequado.

E isso fica claro quando os moradores e usuários do elevador se sentem inseguros e com medo de usar o elevador.

Paradas frequentes, falhas de funcionamento e problemas com o elevador mostram para os responsáveis que algo não está correto.

Por isso é muito importante tomar as medidas possíveis para se evitar que um acidente aconteça.

Aos responsáveis cabe fiscalizar, avaliar e exigir que o serviço que está sendo feito pela empresa de manutenção contratada seja adequado.

Vejo que em muitos condomínios em que os síndicos e responsáveis pelos elevadores que tem esse posicionamento conseguem ter equipamentos muito mais seguros.

E isso nos leva a uma questão:

Como garantir que a manutenção do meu elevador é realizada de acordo?

Te expliquei acima que é fundamental uma boa manutenção para que o elevador funcione de acordo e que os responsáveis devem fiscalizar e exigir da empresa um bom serviço para minimizar ao máximo o risco de acidentes.

Mas como avaliar a manutenção que o técnico do meu prédio faz no meu elevador?

Realmente, uma pessoa que não entende vai ter grandes dificuldades para fazer isso.

Mas preparei um post em que mostro quais os principais pontos que você deve ficar atento para garantir que a manutenção do elevador foi realizada de acordo. Você pode ver aqui:

◊   Como avaliar se a manutenção de elevadores foi feita corretamente?

Comparativo com outros meios de transporte

Se você ainda tem alguma dúvida que o elevador é o meio de transporte mais seguro do mundo, separei aqui um comparativo com outros meios de transporte.

Veja, a seguir, dados de outros transportes menos seguros do que o elevador, considerando as estatísticas da Condé Nast:

  • avião: segundo meio mais seguro após o elevador, as chances de acidente em uma viagem são de 1 em 8.450.000;
  • trem/metrô: terceiros em segurança, os trens e metrôs também se mostram bastante confiáveis, com 1 acidente a cada 5.050.000 viagens;
  • barco: também apresentam bons níveis de segurança, com uma média de 1 acidente a cada 402.000 viagens;
  • carro: o mais comum no cotidiano e nem sempre o que mais causa medo, o carro apresenta 1 chance de acidente a cada 18.000 viagens.

Caso de acidente de elevador em Santos

No final de 2019, aconteceu em Santos, litoral de São Paulo, uma das maiores tragédias em elevadores que já vi.

Esse acidente, ainda sem uma definição das causas, mostra que, por mais que o elevador seja o meio de transporte mais seguro do mundo, precisa de cuidados.

Pelo que pude observar, os moradores já se queixavam do funcionamento do elevador e não se sentiam seguros em utiliza-lo.

Em entrevista ao Fantástico, expliquei qual a velocidade um elevador em queda pode atingir e seu tempo para chegar ao solo.

Você pode ver aqui:

entrevista elevador fantástico

Mitos sobre o elevador

Da mesma forma que essa ideia de que o elevador não é seguro, outros mitos foram surgindo.

Você sabe se pode faltar ar na cabina quando acaba a energia? Sabe me dizer se qualquer pessoa pode ajudar no resgate em caso de parada do elevador?

Se você quiser saber mais alguns mitos sobre elevadores, não deixe de ver o post que falo dos 8 mitos sobre uso de elevadores!

Conclusão

A chance de um elevador é praticamente zero.

O elevador tem componentes capazes de garantir a segurança dos passageiros e por isso é considerado o meio de transporte mais seguro do mundo.

Porém, se sua manutenção não for realizada de acordo, os riscos de acidentes podem aumentar. Por isso é fundamental que acompanhar e avaliar como está a manutenção do seu elevador.

Para entender mais sobre o assunto preparei um material que você pode ver clicando aqui:

◊   Manutenção de elevadores: importância de avaliar o que se paga

Sobre o autor

11 comentários em “Qual a probabilidade de um elevador cair? Você vai se surpreender!”

    1. Boa tarde, Fabiano.

      Infelizmente ocorreu esse acidente em Santos. Fiz uma alteração no texto comentando sobre esse caso.

      Um abraço.

  1. Francisco Rogério

    Probabilidade próxima de zero?
    Então cai,infelizmente.
    Santos está semana foi o caso.
    O prédio parece bem cuidado e não muito velho.
    Quem igual eu, vê cara ,não vê coração não é amigo
    Tenho medo e continuarei com ele.

    1. Boa tarde,

      Realmente Francisco, existe a possibilidade. E quando os serviços de manutenção não são realizados de acordo as chances aumentam. Por isso os responsáveis pelo elevador devem estar sempre atentos e fiscalizando o serviço que está sendo prestado.

      Um abraço,

    1. Olá, José

      Até o momento não se tem um parecer informando o que aconteceu de fato. Não consigo dizer o que aconteceu, mas o limitador de segurança, que é o dispositivo que entra em funcionamento em casos de falhas, não atuou.

      Um abraço!

  2. Rodrigo, boa tarde.

    Quais podem ser os motivos para um elevador de uma obra recém entregue estar apresentando problemas, está travando de 1 a 2 vezes por dia. Sem o peso em utilização estar acima do limite e ainda com boa folga?

    1. Olá Raphael,

      Infelizmente isso é algo que vejo acontecer bastante. Logo na montagem dos elevadores erros são cometidos, acarretando em falhas que vão ser sentidas depois de alguns anos. No seu caso foi imediato.

      Podem ter vários motivos que fazem o elevador travar, instalação errada nas portas e seus operadores, no quadro de comando, etc.

      O que muitas construtoras fazem ao comprar um elevador é realizar uma inspeção no serviço, garantindo que o que foi comprado está devidamente entregue.

      Espero que tenha te ajudado.
      Um abraço.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima